Pizzaria Ricardo

Higiene e Limpeza

A higiene pessoal é um dos principais factores a ter em conta para evitar casos de intoxicação alimentar pelo que todos os manipuladores de alimentos mantêm um elevado grau de higiene pessoal e usam vestuário e calçado adequado. Os elementos do pessoal são uma fonte potencial de agentes causadores de toxinfecções, particularmente bactérias como o Staphylococcus aureus e Escherichia coli, por isso, os nossos colaboradores recebem formação continua em higiene pessoal. Existim registos de limpeza que demonstram claramente que as tarefas de limpeza executadas de acordo com os planos de limpeza.

Controlo de fornecedores

As Pizzarias Ricardo recorrem apenas a fornecedores qualificados e certificados por terceiros, que possuam certificados de garantia da qualidade. Os produtores e fornecedores deverão ter implementado um sistema de certificação da qualidade, sujeito a auditoria, e toda a matéria-prima fornecida deve permitir a respectiva rastreabilidade. Todas as características sensoriais do produto (cor, odor, sabor, e textura) são verificadas, assim como a data de validade do produto.

Higiene e Limpeza

A higiene pessoal é um dos principais factores a ter em conta para evitar casos de intoxicação alimentar pelo que todos os manipuladores de alimentos mantêm um elevado grau de higiene pessoal e usam vestuário e calçado adequado. Os elementos do pessoal são uma fonte potencial de agentes causadores de toxinfecções, particularmente bactérias como o Staphylococcus aureus e Escherichia coli, por isso, os nossos colaboradores recebem formação continua em higiene pessoal. Existim registos de limpeza que demonstram claramente que as tarefas de limpeza executadas de acordo com os planos de limpeza.

Controlo de fornecedores

As Pizzarias Ricardo recorrem apenas a fornecedores qualificados e certificados por terceiros, que possuam certificados de garantia da qualidade. Os produtores e fornecedores deverão ter implementado um sistema de certificação da qualidade, sujeito a auditoria, e toda a matéria-prima fornecida deve permitir a respectiva rastreabilidade. Todas as características sensoriais do produto (cor, odor, sabor, e textura) são verificadas, assim como a data de validade do produto.

Higiene e Limpeza

A higiene pessoal é um dos principais factores a ter em conta para evitar casos de intoxicação alimentar pelo que todos os manipuladores de alimentos mantêm um elevado grau de higiene pessoal e usam vestuário e calçado adequado. Os elementos do pessoal são uma fonte potencial de agentes causadores de toxinfecções, particularmente bactérias como o Staphylococcus aureus e Escherichia coli, por isso, os nossos colaboradores recebem formação continua em higiene pessoal. Existim registos de limpeza que demonstram claramente que as tarefas de limpeza executadas de acordo com os planos de limpeza.

Controlo de fornecedores

As Pizzarias Ricardo recorrem apenas a fornecedores qualificados e certificados por terceiros, que possuam certificados de garantia da qualidade. Os produtores e fornecedores deverão ter implementado um sistema de certificação da qualidade, sujeito a auditoria, e toda a matéria-prima fornecida deve permitir a respectiva rastreabilidade. Todas as características sensoriais do produto (cor, odor, sabor, e textura) são verificadas, assim como a data de validade do produto.

Higiene e Limpeza

A higiene pessoal é um dos principais factores a ter em conta para evitar casos de intoxicação alimentar pelo que todos os manipuladores de alimentos mantêm um elevado grau de higiene pessoal e usam vestuário e calçado adequado. Os elementos do pessoal são uma fonte potencial de agentes causadores de toxinfecções, particularmente bactérias como o Staphylococcus aureus e Escherichia coli, por isso, os nossos colaboradores recebem formação continua em higiene pessoal. Existim registos de limpeza que demonstram claramente que as tarefas de limpeza executadas de acordo com os planos de limpeza.

Controlo de fornecedores

As Pizzarias Ricardo recorrem apenas a fornecedores qualificados e certificados por terceiros, que possuam certificados de garantia da qualidade. Os produtores e fornecedores deverão ter implementado um sistema de certificação da qualidade, sujeito a auditoria, e toda a matéria-prima fornecida deve permitir a respectiva rastreabilidade. Todas as características sensoriais do produto (cor, odor, sabor, e textura) são verificadas, assim como a data de validade do produto.

Higiene e Limpeza

A higiene pessoal é um dos principais factores a ter em conta para evitar casos de intoxicação alimentar pelo que todos os manipuladores de alimentos mantêm um elevado grau de higiene pessoal e usam vestuário e calçado adequado. Os elementos do pessoal são uma fonte potencial de agentes causadores de toxinfecções, particularmente bactérias como o Staphylococcus aureus e Escherichia coli, por isso, os nossos colaboradores recebem formação continua em higiene pessoal. Existim registos de limpeza que demonstram claramente que as tarefas de limpeza executadas de acordo com os planos de limpeza.

Controlo de fornecedores

As Pizzarias Ricardo recorrem apenas a fornecedores qualificados e certificados por terceiros, que possuam certificados de garantia da qualidade. Os produtores e fornecedores deverão ter implementado um sistema de certificação da qualidade, sujeito a auditoria, e toda a matéria-prima fornecida deve permitir a respectiva rastreabilidade. Todas as características sensoriais do produto (cor, odor, sabor, e textura) são verificadas, assim como a data de validade do produto.

Equipamentos

Os equipamentos e utensílios utilizados são construídos com materiais resistentes à corrosão, não absorventes e não tóxicos, de fácil limpeza e desinfecção. Não transmitem odores ou sabores e estão sempre em bom estado de conservação, asseio e higiene. Não usamos equipamentos e utensílios de madeira, pois é muito difícil de limpar e desinfectar uma vez que é um material muito poroso. Nas Pizzarias Ricardo utilizamos materiais em aço inoxidável, ou materiais plásticos. As superfícies de trabalho são lisas, impermeáveis, não tóxicas, não absorventes, e resistentes à corrosão e a desinfectantes. Os pratos, talheres, chávenas e copos são lavados em máquinas especificas e dedicadas a cada um.

Equipamentos

Os equipamentos e utensílios utilizados são construídos com materiais resistentes à corrosão, não absorventes e não tóxicos, de fácil limpeza e desinfecção. Não transmitem odores ou sabores e estão sempre em bom estado de conservação, asseio e higiene. Não usamos equipamentos e utensílios de madeira, pois é muito difícil de limpar e desinfectar uma vez que é um material muito poroso. Nas Pizzarias Ricardo utilizamos materiais em aço inoxidável, ou materiais plásticos. As superfícies de trabalho são lisas, impermeáveis, não tóxicas, não absorventes, e resistentes à corrosão e a desinfectantes. Os pratos, talheres, chávenas e copos são lavados em máquinas especificas e dedicadas a cada um.

Equipamentos

Os equipamentos e utensílios utilizados são construídos com materiais resistentes à corrosão, não absorventes e não tóxicos, de fácil limpeza e desinfecção. Não transmitem odores ou sabores e estão sempre em bom estado de conservação, asseio e higiene. Não usamos equipamentos e utensílios de madeira, pois é muito difícil de limpar e desinfectar uma vez que é um material muito poroso. Nas Pizzarias Ricardo utilizamos materiais em aço inoxidável, ou materiais plásticos. As superfícies de trabalho são lisas, impermeáveis, não tóxicas, não absorventes, e resistentes à corrosão e a desinfectantes. Os pratos, talheres, chávenas e copos são lavados em máquinas especificas e dedicadas a cada um.

Equipamentos

Os equipamentos e utensílios utilizados são construídos com materiais resistentes à corrosão, não absorventes e não tóxicos, de fácil limpeza e desinfecção. Não transmitem odores ou sabores e estão sempre em bom estado de conservação, asseio e higiene. Não usamos equipamentos e utensílios de madeira, pois é muito difícil de limpar e desinfectar uma vez que é um material muito poroso. Nas Pizzarias Ricardo utilizamos materiais em aço inoxidável, ou materiais plásticos. As superfícies de trabalho são lisas, impermeáveis, não tóxicas, não absorventes, e resistentes à corrosão e a desinfectantes. Os pratos, talheres, chávenas e copos são lavados em máquinas especificas e dedicadas a cada um.

Armazenamento

As áreas destinadas ao armazenamento de géneros perecíveis são dimensionadas proporcionalmente ao volume e diversificação de mercadorias que serão armazenadas. Todos os locais destinados à armazenagem dos alimentos são constantemente limpos, estão secos, iluminados adequadamente e bem ventilados. Os alimentos estão separados de modo a prevenir contaminações cruzadas. O armazenagem é feito de modo a permitir a rotação dos stocks na base do “primeiro a entrar – primeiro a sair (“first in – first ou”), tendo em conta as validades (de preferência antes de ou consumir até). Nos locais onde as prateleiras são fixas na parede, há espaçamento suficiente entre a parede e o produto de modo a permitir a ventilação; Os equipamentos da rede de frio (frigoríficos/congeladores) têm capacidade suficiente para manter os alimentos a temperaturas corretas e estão equipados com sistemas de monitorização de temperatura.

Armazenamento

As áreas destinadas ao armazenamento de géneros perecíveis são dimensionadas proporcionalmente ao volume e diversificação de mercadorias que serão armazenadas. Todos os locais destinados à armazenagem dos alimentos são constantemente limpos, estão secos, iluminados adequadamente e bem ventilados. Os alimentos estão separados de modo a prevenir contaminações cruzadas. O armazenagem é feito de modo a permitir a rotação dos stocks na base do “primeiro a entrar – primeiro a sair (“first in – first ou”), tendo em conta as validades (de preferência antes de ou consumir até). Nos locais onde as prateleiras são fixas na parede, há espaçamento suficiente entre a parede e o produto de modo a permitir a ventilação; Os equipamentos da rede de frio (frigoríficos/congeladores) têm capacidade suficiente para manter os alimentos a temperaturas corretas e estão equipados com sistemas de monitorização de temperatura.

Armazenamento

As áreas destinadas ao armazenamento de géneros perecíveis são dimensionadas proporcionalmente ao volume e diversificação de mercadorias que serão armazenadas. Todos os locais destinados à armazenagem dos alimentos são constantemente limpos, estão secos, iluminados adequadamente e bem ventilados. Os alimentos estão separados de modo a prevenir contaminações cruzadas. O armazenagem é feito de modo a permitir a rotação dos stocks na base do “primeiro a entrar – primeiro a sair (“first in – first ou”), tendo em conta as validades (de preferência antes de ou consumir até). Nos locais onde as prateleiras são fixas na parede, há espaçamento suficiente entre a parede e o produto de modo a permitir a ventilação; Os equipamentos da rede de frio (frigoríficos/congeladores) têm capacidade suficiente para manter os alimentos a temperaturas corretas e estão equipados com sistemas de monitorização de temperatura.

Armazenamento

As áreas destinadas ao armazenamento de géneros perecíveis são dimensionadas proporcionalmente ao volume e diversificação de mercadorias que serão armazenadas. Todos os locais destinados à armazenagem dos alimentos são constantemente limpos, estão secos, iluminados adequadamente e bem ventilados. Os alimentos estão separados de modo a prevenir contaminações cruzadas. O armazenagem é feito de modo a permitir a rotação dos stocks na base do “primeiro a entrar – primeiro a sair (“first in – first ou”), tendo em conta as validades (de preferência antes de ou consumir até). Nos locais onde as prateleiras são fixas na parede, há espaçamento suficiente entre a parede e o produto de modo a permitir a ventilação; Os equipamentos da rede de frio (frigoríficos/congeladores) têm capacidade suficiente para manter os alimentos a temperaturas corretas e estão equipados com sistemas de monitorização de temperatura.

Ingredientes

As Pizzarias Ricardo recorrem apenas a fornecedores qualificados e certificados por terceiros, que possuam certificados de garantia da qualidade. Os produtores e fornecedores deverão ter implementado um sistema de certificação da qualidade, sujeito a auditoria, e toda a matéria-prima fornecida deverá permitir a respectiva rastreabilidade. Todas as características sensoriais do produto (cor, odor, sabor, e textura) são verificadas, assim como a data de validade do produto.

Confeção dos alimentos

A confecção dos alimentos é um método seguro para garantir a segurança dos alimentos. A literatura científica sugere que se devem confeccionar os alimentos de modo a que atinjam no seu centro térmico (interior) 75ºC, condições que são suficientes para que sejam eliminadas bactérias como a Sallmonella, Campylobacter, L monocytogenes e Y. Enterocolitica. Temperaturas inferiores de confecção são admissíveis para pratos gourmet. Contudo, as combinações tempo-temperatura utilizadas deverão se validadas, para garantir a destruição das bactérias patogénicas e esses pratos deverão ser consumidos num período máximo de 30 minutos após confecção, a não ser que sejam mantidos a temperaturas superiores a 65ºC.

Ingredientes

As Pizzarias Ricardo recorrem apenas a fornecedores qualificados e certificados por terceiros, que possuam certificados de garantia da qualidade. Os produtores e fornecedores deverão ter implementado um sistema de certificação da qualidade, sujeito a auditoria, e toda a matéria-prima fornecida deverá permitir a respectiva rastreabilidade. Todas as características sensoriais do produto (cor, odor, sabor, e textura) são verificadas, assim como a data de validade do produto.

Confeção dos alimentos

A confecção dos alimentos é um método seguro para garantir a segurança dos alimentos. A literatura científica sugere que se devem confeccionar os alimentos de modo a que atinjam no seu centro térmico (interior) 75ºC, condições que são suficientes para que sejam eliminadas bactérias como a Sallmonella, Campylobacter, L monocytogenes e Y. Enterocolitica. Temperaturas inferiores de confecção são admissíveis para pratos gourmet. Contudo, as combinações tempo-temperatura utilizadas deverão se validadas, para garantir a destruição das bactérias patogénicas e esses pratos deverão ser consumidos num período máximo de 30 minutos após confecção, a não ser que sejam mantidos a temperaturas superiores a 65ºC.

Ingredientes

As Pizzarias Ricardo recorrem apenas a fornecedores qualificados e certificados por terceiros, que possuam certificados de garantia da qualidade. Os produtores e fornecedores deverão ter implementado um sistema de certificação da qualidade, sujeito a auditoria, e toda a matéria-prima fornecida deverá permitir a respectiva rastreabilidade. Todas as características sensoriais do produto (cor, odor, sabor, e textura) são verificadas, assim como a data de validade do produto.

Confeção dos alimentos

A confecção dos alimentos é um método seguro para garantir a segurança dos alimentos. A literatura científica sugere que se devem confeccionar os alimentos de modo a que atinjam no seu centro térmico (interior) 75ºC, condições que são suficientes para que sejam eliminadas bactérias como a Sallmonella, Campylobacter, L monocytogenes e Y. Enterocolitica. Temperaturas inferiores de confecção são admissíveis para pratos gourmet. Contudo, as combinações tempo-temperatura utilizadas deverão se validadas, para garantir a destruição das bactérias patogénicas e esses pratos deverão ser consumidos num período máximo de 30 minutos após confecção, a não ser que sejam mantidos a temperaturas superiores a 65ºC.

Ingredientes

As Pizzarias Ricardo recorrem apenas a fornecedores qualificados e certificados por terceiros, que possuam certificados de garantia da qualidade. Os produtores e fornecedores deverão ter implementado um sistema de certificação da qualidade, sujeito a auditoria, e toda a matéria-prima fornecida deverá permitir a respectiva rastreabilidade. Todas as características sensoriais do produto (cor, odor, sabor, e textura) são verificadas, assim como a data de validade do produto.

Confeção dos alimentos

A confecção dos alimentos é um método seguro para garantir a segurança dos alimentos. A literatura científica sugere que se devem confeccionar os alimentos de modo a que atinjam no seu centro térmico (interior) 75ºC, condições que são suficientes para que sejam eliminadas bactérias como a Sallmonella, Campylobacter, L monocytogenes e Y. Enterocolitica. Temperaturas inferiores de confecção são admissíveis para pratos gourmet. Contudo, as combinações tempo-temperatura utilizadas deverão se validadas, para garantir a destruição das bactérias patogénicas e esses pratos deverão ser consumidos num período máximo de 30 minutos após confecção, a não ser que sejam mantidos a temperaturas superiores a 65ºC.

Ambiente

Nas Pizzarias Ricardo o ambiente é levado muito a sério. A empresa dispõe de um programa que incentiva a condução segura e correta dos veículos da empresa, evitando a emissão de poluentes em excesso no meio ambiente e contribuindo para a preservação das estradas. Estamos também a desenvolver campanhas educativas nos nossos restaurantes direcionadas para os nossos clientes, ressaltando a importância das boas práticas ambientais.

Reciclagem

Todo o plástico, papel e vidro gerado nas operações são separados em recipientes próprios e enviados para reciclagem. Todo óleo utilizado para fritura nos restaurantes é recolhido por empresas licenciadas pelos órgãos competentes, é muito importante evitar que tal componente entre em contato com o solo ou com a água. As sobras de material orgânico das cozinhas é recolhida por uma empresa especializada e certificada em recolha de lixo orgânico.

Ambiente

Nas Pizzarias Ricardo o ambiente é levado muito a sério. A empresa dispõe de um programa que incentiva a condução segura e correta dos veículos da empresa, evitando a emissão de poluentes em excesso no meio ambiente e contribuindo para a preservação das estradas. Estamos também a desenvolver campanhas educativas nos nossos restaurantes direcionadas para os nossos clientes, ressaltando a importância das boas práticas ambientais.

Reciclagem

Todo o plástico, papel e vidro gerado nas operações são separados em recipientes próprios e enviados para reciclagem. Todo óleo utilizado para fritura nos restaurantes é recolhido por empresas licenciadas pelos órgãos competentes, é muito importante evitar que tal componente entre em contato com o solo ou com a água. As sobras de material orgânico das cozinhas é recolhida por uma empresa especializada e certificada em recolha de lixo orgânico.

Parcerias